32 C°

30 julho 2008.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Opinião

Editorial

quarta-feira, 30 de julho 2008

A questão agrícola praticamente ficou na estaca zero, no nono dia das discussões mantidas na sede da OMC (Organização Mundial do Comércio).

Os negociadores não conseguiram chegar a um acordo e a situação se complica. Fontes diplomáticas já haviam sinalizado que a Rodada Doha havia chegado ao fracasso.

Na tentativa de reverter o quadro, o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Celso Amorim, pediu que os membros da OMC parassem de trocar acusações e assumissem os riscos em nome de um acordo final para a Rodada. Não obteve êxito.
 

A meta de diminuir os entraves ao comércio internacional foi paralisada devido a divergências sobre o nível de abertura em setores de interesse de países ricos e pobres.

Enquanto os países emergentes querem maior abertura no setor agrícola das nações desenvolvidas, incluindo a redução ou o fim de subsídios, o bloco dos países desenvolvidos pressiona por maior abertura nos setores de indústria e de serviços.
 

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com