32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Opinião

O preço da liberdade é a eterna vigilância (parte II)

sexta-feira, 03 de maio 2024

Em todos os países que foi implantado o comunismo, levaram em consideração essa filosofia de Lenin, a seguir citada: “O estado será Deus! Os comunistas devem lembrar-se de que falar a verdade é preconceito; uma mentira, por outro lado, é muitas vezes justificada pelo fim. É preciso empregar todos os estratagemas, ardis e processos ilegais, silenciar e ocultar a verdade. Dai-me quatro anos para ensinar as crianças e as sementes que terei plantado jamais serão erradicadas. Destrua a família e destruirás o país. Corrompa a juventude e dele liberdade sexual”.
Lamentei, anteriormente, o governo do PT e seu fundador, Luiz Inácio Lula da Silva. Este a única e eterna liderança deste partido político. Em 40 anos não apareceu nenhuma outra liderança de peso no PT, além de Lula. Aliás, as declarações do atual Chefe de Estado e Chefe do Governo do Brasil são desastrosas. O que fez cair a boa imagem que o Brasil tinha no exterior. Além de Israel (onde Lula foi considerado “Persona non grata”), Portugal e Ucrânia também não querem receber a visita do atual Presidente do Brasil. Recentemente o Itamarati divulgou uma nota sobre o ataque do Irã a Israel, onde não condenou, nem de leve, o “regime dos aiatolás”.
Na qualidade de advogado, inscrito na OAB Secção do Ceará, algumas pessoas me perguntam porque só a profissão “empresário” como referência nos meus artigos. Não uso a de “advogado” que também sou. Empresário sempre foi o meu forte. E hoje faço restrições ao comportamento político da OAB nacional. Pois esta, há muito tempo, vem se comportando como um braço da esquerda; comprometendo a gloriosa história dessa centenária e respeitada instituição. Infelizmente, ela não está só nesse processo infeliz. Grande parte das Universidades Federais historicamente são aliadas à OAB. As Universidades Federais, custam uma fortuna ao país para formar jovens, que são os mais prejudicados com esse esquerdismo.
Todos nós estamos pagando um preço muito alto por conta das últimas eleições presidenciais. Mas tudo tem seu tempo. O tempo dos homens e o tempo de Deus. Hoje estamos vivendo uma vida totalmente dissociada de nossas tradições, quando tivemos homens públicos da envergadura moral de um Juscelino Kubitschek. Por ocasião de uma reunião ministerial recente – cujo início foi mostrado na TV – vimos outra decepção. Além dos 40 ministros (eram 21 ministérios quando Lula assumiu), o Presidente alinhou suas “prioridades” para afastar a imagem do “fraco desempenho” do seu governo, o que redundou na atual impopularidade de domínio público. Parece que só Lula não percebe (ou finge não perceber) que o caminho tomado por ele não tem volta. A economia logo vai estourar. Eu me esforço para ver uma saída e não vejo. Todo esse descaso administrativo está contribuindo ainda mais para agravar os problemas que o país vive.
Um fato marcante, no século passado, foi a derrubada do Muro de Berlim, mostrando ao mundo o fracasso do socialismo no leste europeu durante 70 anos. Após isso, os países comunistas perderam toda a credibilidade da propagando do “paraíso” que eles pregavam. A lição não foi aprendida por alguns países latino-americanos. A começar por Cuba, que era um país prosperado, social e economicamente, antes da ditadura de Fidel Castro. Hoje é o símbolo de uma destruição econômica e moral. Setores importantes do Brasil vêm resistindo a essa teimosia da esquerda. Dois países que há pouco tempo eram também símbolo de riqueza (a falida Venezuela socialista e a Argentina, que se salvou na última eleição) servirão de meditação para que os brasileiros comparem de que lado está a solução para nossos problemas…

HUMBERTO MENDONÇA
EMPRESÁRIO

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com