32 C°

domingo, 7 de agosto de 2022.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Política

Audiência Pública discute criação do Programa de Energia Solar para Todos

sexta-feira, 01 de julho 2022

A Câmara Municipal de Fortaleza realizou uma Audiência Pública para discutir a criação do Programa de Energia Solar para Todos, que foi presidida pelo vereador Lúcio Bruno (PDT). Ele destacou a importância da audiência pública e parabenizou o Movimento Energia Solar Para todos que vem propondo a democratização do acesso dessa energia renovável. “Temos que trabalhar as energias renováveis e temos um publico muito grande que são os conjuntos habitacionais. Só o Roberto Cláudio entregou mais de 25 mil habitações. O Movimento Energia Solar para Todos começou no Ceará e está se ampliado. Então a ideia é levar essa energia para as pessoas de baixa renda. Temos que acabar com a termoelétrica, e o Estado do Ceará é referência. Temos várias fazendas de energia solar e eólica, pois nosso clima é propício e nada melhor que aliar o útil ao agradável para que essa energia alcance as populações de baixa renda”, disse

A palavra foi concedida para o coordenador do Projeto Energia Solar para Todos, Robert Burns, que observou que hoje a solar é uma realidade no país mas apenas para pessoas de classe média e alta e está longe das pessoas de baixa renda. Segundo ele, já existem projetos com o mesmo foco em vários estados brasileiros, “o projeto não é invenção nossa, mas desde 2015 quando países se reuniram e traçaram metas para a utilização de energias renováveis, que elas se espalharam pelo mundo. No Brasil a energia solar foi colocada no projeto Minha Casa Minha Vida. No Ceará são mais de 10 mil casas beneficiadas, mas as placas só servem para aquecer a água do chuveiro. Vimos nisso uma maldade e estamos propondo o projeto em sua forma original”, disse.

Segundo ele, no Ceará são 547 mil casas que pagam tarifa social que consomem entre 60 a 100 kw/hora. “No projeto colocamos até 140 kW/hora, duas placas de 70 kW hora. Hoje as placas novas estão reduzindo 90% a conta de energia. Procuramos a Assembleia Legislativa e foi aprovada lá e foi enviado para o governador na época, Camilo Santana que não sancionou e não sabemos a razão. Hoje, as pessoas não tem como pagar energia. Nós somos o melhor estado para produzir energia solar no mundo e como não aproveitamos, estão chegando investidores estrangeiros que estão aproveitando nosso sol para produzir energia e vender para nós mesmos. Os poderosos dizem que se colocar a energia para os pobres, a Enel vai ter problema, mas os ricos estão colocando e não há nenhum problema. O projeto vai trazer economia e qualidade de vida para as pessoas,” disse.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com