32 C°

terça-feira, 17 de maio de 2022.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Política

Ciro Gomes filia-se ao PDT em Brasília

quarta-feira, 16 de setembro 2015

O ex-ministro Ciro Gomes assinou nesta quarta-feira (16), a ficha de filiação ao PDT. A cerimônia contou com participação ainda do ex-governador Cid Gomes (Pros), do governador Camilo Santana (PT) e do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (Pros).

A mudança de Ciro do Pros para o PDT foi articulada com a colaboração do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, e do líder do partido na Câmara, André Figueiredo, presidente da sigla no Ceará.

Segundo André Figueiredo, o retorno do Ciro Gomes às atividades partidárias engrandece o debate político atual. O parlamentar assegura que a filiação de Ciro ao PDT significa um crescimento importante do partido em todo o País, porque poderá ser uma alternativa para a disputa da Presidência da República em 2018, citando as passagens do politico pelo Executivo e Legislativo.

Em dicurso, Figueiredo fez uma série de críticas ao ajuste fiscal promovido pelo governo Dilma Rousseff (PT), citando pelo nome o ministro Joaquim Levy (Fazenda). Pedetista, o ministro Manoel Dias (Trabalho) acompanhou o evento.

Em seu discurso, Ciro Gomes fez críticas ao governo e citou dificuldades para empreender no país com cobranças de taxas e juros que considera "abusivos". "A taxa de juros, condição essencial para empreender, é contra a nossa realidade. No Brasil, o trabalhador que faz uma duplicata paga 2% de juros ao mês e tem que competir com um dos Estados Unidos, que paga 2% ao ano", disse.

Ciro é o primeiro integrante do grupo dos Ferreira Gomes a chegar ao PDT. O ex-ministro já passou pelo PDS, PMDB, PSDB, PPS, PSB, Pros. Para o dia 28 de setembro, é esperada filiação dos demais membros do grupo do Pros, incluindo o prefeito Roberto Cláudio, pré-candidato à reeleição.

DA REDAÇÃO O ESTADO ONLINE
[email protected]
(NR)

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com