32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Política

Deputados saem em defesa da UVA no tocante a irregularidades

sexta-feira, 04 de julho 2008

O deputado professor Teodoro (PSDB) rebateu, ontem, na Assembléia as críticas de Heitor Férrer (PDT) que apresentou, na última quarta-feira, um requerimento pedindo explicações sobre possíveis irregularidades em alguns cursos da Universidade Vale do Acaraú. No documento do pedetista, ele pede que o reitor da UVA, professor Antônio Colaço Martins, esclareça o funcionamento dos cursos de formação superior oferecidos em Jaboatão dos Guararapes e Gravatá, em Pernambuco, e que, segundo a Associação Brasileira das Mantenedoras das Faculdades Isoladas e Integradas (Abrafi) e pelo Sindicato das Instituições Particulares de Ensino Superior do Estado de Pernambuco (Siespe), são irregulares porque não estão instalados na sede da Universidade.

Os dois órgãos sugerem que todas as Instituições de Ensino Superior (IES) vinculadas à Abrafi e ao Siespe não recebam pedidos de transferência de alunos da UVA e que os alunos da instituição interessados em ingressarem nas IES associadas devem ser submetidos à seleção. Além disso, eles determinam que as faculdades privadas não matriculem estudantes egressos da UVA em seus cursos de pós-graduação lato sensu e stricto sensu.
Para Heitor Férrer “São tantos os considerandos de ilegalidade que isso nos mexe profundamente. Pelo zelo que temos com o estudante e com a história dessa Universidade, nos obrigamos a trazer o debate para esta Casa”, explicou, questionando a legitimidade legal da Abrafi e do Siespe para fazerem tais ponderações.
Para o professor Teodoro, essas acusações são de “barões” do ensino particular, que desejam “sufocar” o ensino público no Estado do Ceará. “Eu lamento que essas pessoas, que são desavisadas, não tenham se informado devidamente”, desabafou o deputado, referindo às acusações.
O professor Teodoro apresentou ainda um documento do Conselho de Educação de Pernambuco em que mostra a UVA como uma integrante do sistema de educação do Ceará reconhecida pelo Ministério da Educação e homologada pelo sistema de educação de Pernambuco. O documento mostra que o funcionamento da Universidade está em pleno vigor legal e repudia qualquer coisa que venha denegrir a imagem da instituição.
Para o deputado Roberto Cláudio (PHS), a UVA merece o respeito de toda a sociedade por vários motivos, dentre eles, pelo fato de ter proporcionado a inclusão social de vários jovens do interior e de baixa renda com a implementação de cursos de formação em dois ou três anos. Portanto, de acordo com o parlamentar, a Universidade Vale do Acaraú tem um “papel social” importante e possui uma grande dimensão em todo o território do estado do Ceará.
Artur Bruno (PT), que se mostrou honrado por ter sido aluno da UVA, destacou que 74% dos alunos brasileiros que cursam o ensino superior estão nas faculdades privadas, em contrapartida, segundo o petista, mais de 70% da população no país vive com apenas três salários mínimos. Para ele, a UVA possui méritos a ressaltar, como o desenvolvimento da região Norte, que prepara grandes profissionais.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com