32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Política

Eleições: 9 ministros de Lula podem apoiar adversários do PT em capitais

segunda-feira, 18 de março 2024

Nas eleições municipais deste ano, pelo menos nove ministros do governo Lula (PT) podem fazer campanha para candidatos adversários do PT e do presidente, em algumas capitais. O petista tem feito esforço para unificar os partidos da base e, em diversos casos, não deve ter sucesso.
Em São Paulo, maior cidade do país, o racha está na própria chapa que venceu as eleições presidenciais: Lula apoiará o deputado Guilherme Boulos (Psol), enquanto Geraldo Alckmin (PSB) deve ser o principal cabo eleitoral da deputada Tabata Amaral (PSB). Da mesma forma, o ministro do Empreendedorismo, Márcio França (PSB), fará campanha para a correligionária e é um dos mais entusiastas da candidatura dela.
Alckmin e França têm atuado para garantir competitividade à candidatura do partido e ajudaram a filiar ao PSB, por exemplo, o apresentador José Luiz Datena, cotado a vice na chapa de Tabata. Em São Paulo, o governo fica ainda mais dividido devido à prometida presença da ministra do Planejamento, Simone Tebet (MDB), no palanque do atual prefeito, Ricardo Nunes (MDB). Candidato à reeleição, Nunes deve contar com o apoio do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).
Na segunda maior metrópole do Brasil, Rio de Janeiro, a tendência é a de que o PT apoie o atual prefeito, Eduardo Paes (PSD). Mas o Psol, que tem a ministra dos Povos Indígenas, Sonia Guajajara, deve lançar o deputado Tarcísio Motta na disputa.
O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira (PSD), deve entrar em campo para garantir a reeleição do atual prefeito de Belo Horizonte, Fuad Nomam, do mesmo partido. Já o PT, lançou a pré-candidatura do deputado federal Rogério Corrêa. Situação parecida deverá ocorrer em Belém, São Luís e Macapá.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com