32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Política

Governo anuncia homenageados Medalha da Abolição

terça-feira, 26 de março 2024

Reconhecida como a mais alta honraria do Estado, o governador Elmano de Freitas anunciou os nomes dos seis homenageados da edição de 2024 da Medalha da Abolição. São eles: o ex-governador e ministro da Educação, Camilo Santana; o produtor e diretor de cinema, Luiz Carlos Barreto; o escritor e jornalista, Lira Neto; o bispo emérito de Limoeiro do Norte, Dom Edmilson Cruz; a empresária Ana Lúcia Bastos Mota; e a Congregação Franciscana de Canindé.

O governador Elmano de Freitas, enfatizou a relevância da homenagem prestada através da Medalha da Abolição. “A outorga é um reconhecimento às relevantes contribuições prestadas ao nosso estado em diversas áreas, política, econômica, social, cultural e religiosa, e será concedida a cinco personalidades e uma instituição neste ano”, pontuou.

A comenda, que homenageia personalidades de destaque que contribuem para o desenvolvimento social do Ceará, recebe esse nome em alusão à nossa Data Magna, 25 de março de 1884, quando o jangadeiro Francisco José do Nascimento, o Chico da Matilde, – reconhecido como Dragão do Mar – mobilizou colegas a se insurgirem contra o transporte de escravizados para o Sul do país. A ação tornou o Ceará a primeira província brasileira a abolir o tráfico escravista no Brasil. Além do anúncio, nas suas redes sociais, o governador cearense também reforçou a importância deste feito e da celebração da data. “Que orgulho celebrar o pioneirismo do nosso estado ao abolir a escravidão quatro anos antes do restante do Brasil. Que a bravura e a resistência do nosso povo nos inspire a continuar lutando por um Brasil justo, democrático e livre”.

Camilo Santana:
engenheiro agrônomo e mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela Universidade Federal do Ceará (UFC), o cearense nascido no Crato tem um extenso currículo político. Foi o deputado estadual mais votado do Ceará, em 2010; eleito governador do Ceará, em 2014, e reeleito em 2018, com a maior votação proporcional do país. Em 2022, repetiu o feito de popularidade, e foi eleito o senador da República mais votado da história do Ceará, e proporcionalmente o mais votado do Brasil. Camilo Santana, que teve sua gestão estadual marcada pelos avanços na educação, é atualmente Ministro de Estado da Educação.

Luiz Carlos Barreto:
jornalista, fotógrafo, produtor e diretor de cinema, o cearense natural de Sobral, aos 95 anos tem uma bagagem de mais de 150 filmes, todos marcados por uma forte identidade cultural e social, a L.C. Barreto – fundada há 69 anos – conquistou o público e a crítica, levando o cinema brasileiro para o cenário internacional.

Lira Neto:
escritor e jornalista, é também mestre em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Graduado em Comunicação Social pela Universidade Federal do Ceará. Trabalhou nos dois principais jornais cearenses (O Povo e Diário do Nordeste) antes de se dedicar à literatura. Tem 12 livros publicados. Venceu quatro vezes o Prêmio Jabuti de Literatura (2007, 2010, 2013 e 2014) e uma vez o Prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte – APCA (2014), sempre na categoria Biografia. Entre suas principais obras, estão: Getúlio, Padre Cícero: Poder, Fé e Guerra no Sertão, Maysa: Só numa multidão de amores e Uma história do Samba.

Dom Edmilson Cruz:
nascido no município de Acaraú, no Ceará, o bispo emérito deu início a sua trajetória religiosa quando foi ordenado sacerdote em 1948, em Sobral. Como Bispo, foi Auxiliar de São Luís do Maranhão e em Fortaleza. Além disso também exerceu papel de, Administrador Apostólico “Sede Plena” e Bispo de Limoeiro do Norte, no Ceará. Durante sua trajetória, escreveu e publicou diversos livros. Dom Edmilson, tornou-se bispo emérito em 1998.

Ana Lúcia Bastos Mota:
neta de José Bastos e geógrafa por formação, a empresária é um exemplo da força feminina no Mercado. Ana Lúcia é presidente da Cerbrás, uma das principais indústrias de porcelanato e cerâmica do país. Com mais de 30 anos no mercado, a empresa exporta para países como Estados Unidos, e tem consolidadas praças internas de vendas.

Congregação ­Franciscana de Canindé:
uma marca da religiosidade cearense e um importante pilar do turismo religioso no Estado, a Medalha da Abolição celebra o movimento franciscano que chega a terras cearenses por volta de 1758 – quando os frades franciscanos e terciários franciscanos (da Terceira Ordem) realizaram as “Santas Missões” franciscanas. Hoje, a comunidade franciscana de Canindé, se dedica a ao trabalho social, dando acolhimento a romeiros e fiéis, de todos os lugares, que tem como destino o centro de fé e devoção a São Francisco das Chagas, presente na cidade.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com