32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Política

Plenário da Assembleia foi destruído por incêndio, afirma Evandro Leitão

sexta-feira, 21 de junho 2024

As causas ainda estão sendo investigadas. Não houve vítimas graves, mas uma funcionária chegou a ser hospitalizada após inalar a fumaça

Igor Magalhães

Após incêndio, o acesso ao prédio principal da Assembleia ficou restrito/Foto: Igor Magalhães/O Estado


Com o incêndio que atingiu a sede da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Alece), destruindo o Plenário 13 de Maio, os deputados estaduais devem seguir com suas atividades de forma remota até que seja concluída a reforma do espaço danificado. O fogo atingiu o plenário da Alece por volta de meio-dia dessa quinta-feira (20). No momento não estava ocorrendo sessão legislativa, pois não houve quórum para a realização da mesma.

O plenário foi o principal local atingido, ficando completamente destruído. A fumaça se espalhou pelo prédio e as pessoas dentro tiveram de sair às pressas. Em menos de dez minutos, o incêndio foi controlado. Não houve vítimas graves, mas algumas pessoas foram atendidas em decorrência da inalação da fumaça e uma funcionária da Alece chegou a ser hospitalizada.

“A Alece foi evacuada de imediato a partir do trabalho ágil do Corpo de Bombeiros. As equipes especializadas seguem trabalhando no prédio principal da Alece para apurar as proporções dos danos. Toda a Companhia de Bombeiros da Alece, composta por 32 bombeiros, atuou contando com reforço de sete viaturas do Corpo de Bombeiros, dentre elas de combate a incêndio, salvamento e atendimento pré-hospitalar”, informou a Assembleia por meio de nota após o ocorrido.

As causas do incêndio ainda estão sendo investigadas. Pessoas ouvidas pela reportagem que trabalham na Casa e estavam no prédio quando o incêndio aconteceu apontaram um curto-circuito como possível causa, mas nada foi confirmado até o momento. O fogo teria partido do teto do Plenário 13 de Maio.
O presidente da Alece, deputado estadual Evandro Leitão (PT), ao ser questionado, descartou problemas com manutenção como causa do incêndio.

“Posso garantir que temos contrato de manutenção predial, de ar condicionado, de manutenção preventiva. São feitas manutenções periódicas, mensalmente. Uma coisa posso garantir: não foi por falta de manutenção, não foi por falta de atenção, não foi por falta de investimento que aconteceu essa situação”, disse em coletiva de imprensa, ao lado dos demais deputados que também foram ao local conferir a situação da sede da Alece.

Evandro disse ainda que entrou em contato com órgãos da área de segurança do Estado para pedir celeridade na investigação do caso “no sentido de que possamos dar uma resposta”. O presidente da Alece estava em agenda no Palácio da Abolição com o presidente Lula (PT), em Fortaleza, mas deixou o local ao saber do incêndio na Assembleia e não pôde participar do evento.

RECONSTRUÇÃO DO PLENÁRIO
Em coletiva de imprensa, Evandro reforçou que as sessões plenárias devem continuar ocorrendo, mas de forma remota. “A Assembleia não vai parar. Nós iremos continuar de forma remota porque estamos sem o nosso plenário. Então, a partir da próxima semana iremos trabalhar de forma remota”, disse. O presidente também não descarta a utilização dos auditórios da Casa para a realização das sessões legislativas.

Além disso, Evandro informou que deve imediatamente adotar as providências para a reforma ou reconstrução do plenário. “Vamos imediatamente lançar um edital de licitação para que a empresa que venha a vencer esse processo licitatório, em um prazo de 90 ou 120 dias, entregue um novo plenário”.


“O plenário é o coração do Parlamento, é onde se dão as discussões, onde se aprovam as medidas mais importantes, que impactam a vida das pessoas. Fomos afetados no nosso coração. Por isso, temos que ter uma resposta séria e imediata para que o Parlamento estadual volte à normalidade”.

Ainda conforme Evandro, os demais serviços e atividades da Alece não devem ser interrompidos. Os prédios anexos da Assembleia devem seguir funcionando normalmente. O prédio principal, que foi atingido, ainda deve ficar isolado nesta sexta-feira (21), mas a expectativa é de que seja reaberto na segunda-feira (24) e os trabalhos de reparos tenham início.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com