32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Política

Lula cobra defesa do governo em meio à queda de popularidade

terça-feira, 19 de março 2024

O presidente Lula (PT) cobrou, nessa segunda-feira (18), os ministros para que eles saiam em defesa do Governo Federal e não apenas das próprias áreas e ações. O petista pediu “transversalidade” da equipe para rebater as críticas e divulgar as medidas, além de mais viagens e maior presença dos ministros em redes sociais, para que expliquem as iniciativas da gestão.
A cobrança foi feita durante reunião com todos os ministros no Palácio do Planalto. O encontro aconteceu em meio à elevação da pressão por mais resultados, após a queda de popularidade de Lula.
Pesquisa divulgada pelo Ipec no início do mês mostrou piora nos índices de aprovação de Lula. Consideram a administração ótima ou boa 33%, ante 38% na pesquisa anterior, realizada em dezembro de 2023. Outros 33% avaliam a gestão regular, e 32% veem como ruim ou péssima, uma oscilação positiva de dois pontos em relação aos dados anteriores.
Lula então teria afirmado que é preciso “transversalidade” na defesa das ações do governo. Disse que cada um é ministro de uma determinada área, mas que todos são integrantes do Governo Federal e por isso têm responsabilidade em defendê-lo. O governo Lula busca sinalizar que as ações não estão chegando ao conhecimento da população, evitando reconhecer que as críticas podem ser feitas à própria maneira de governar e a ações que ainda não produzem resultado.
O presidente então teria pedido, fazendo coro ao ministro da Secretaria de Comunicação Social, Paulo Pimenta, que os demais usem mais as redes sociais para explicar as ações do governo para o público. E também pediu que os titulares viajem mais para divulgar os programas e feitos.
Após o encontro, o ministro da Casa Civil, Rui Costa, afirmou que Lula também pediu que eles revisitem programas e ações já lançados, para verificar o andamento deles e também evitar que caiam no esquecimento. “O presidente pediu para que cada ministro procure revisitar tudo o que lançou. Ele não quer ver anunciando novos programas, novas ações, mas concretizar o que foi lançado. Já tem um portfólio robusto. Tem que agregar em indicadores que sejam compreendidos pela população”, afirmou Rui.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com