32 C°

10 fevereiro 2024.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Política

Lula se manifesta em aniversário do PT e pede debate em igrejas, ruas e redes sociais

sábado, 10 de fevereiro 2024

O presidente Lula (PT) aproveitou o aniversário do Partidos dos Trabalhadores para pedir um “retorno às raízes”, com uma ação de militância em contato direto com a população, citando em particular as igrejas.

Ao mesmo tempo, disse que também demanda renovação para lidar com a era digital e promover o debate nas redes sociais. Lula ainda lembrou um pouco da história e desafios do PT ao longo de sua história, acrescentando que o partido enfrentou o “golpe e as mentiras”, além da “injustiça e o ódio das elites”.

O PT completou 44 anos neste sábado (10), em um momento em que ocupa o cargo político mais importante do país e busca nas eleições deste ano recuperar todo o espaço perdido nos municípios.
Lula fez uma postagem em suas redes sociais para celebrar a data. O mandatário relembra a história e as dificuldades enfrentadas pelo partido e celebra as conquistas dos governos petistas, acrescentando que nenhuma outra legenda “jamais foi capaz de realizar” esses feitos.

Pediu que o partido retome a militâncias nas ruas, buscando conversar com as pessoas em seus locais de trabalho, de estudo e de profissão de fé. Em um momento em que o PT e o governo Lula ainda enfrentam dificuldades para conquistar o público evangélico, pede que parte dessas ações se dê nas igrejas.

“Aos 44 anos, temos que avançar ainda mais, mas sem esquecer de onde viemos. Retornar às nossas raízes, ao mesmo tempo em que nos renovamos para vencer novos desafios da era digital. É preciso percorrer de novo o Brasil, ocupar as ruas, conversar com as pessoas nos bairros, igrejas, locais de trabalho, movimentos sociais, universidades. Jamais perder de vista a sabedoria do povo brasileiro.”
Na sequência, o presidente pede também uma ação focada nas redes sociais, território onde o bolsonarismo ainda detém grande força, seja no engajamento do ex-presidente e políticos aliados ou na disseminação de notícias falsas.

“Mas é também preciso também promover o debate nas redes sociais. Combater o ódio, a desinformação e as fake news”, completou o presidente.
Lula ainda acrescenta que frequentemente anunciam a “morte do PT”, mas completa que o partido segue mais vivo do que nunca e também cada vez mais jovem.

Ao fazer um retrospecto da histórica do partido, cita que o PT enfrentou e ajudou o Brasil a vencer a ditadura militar, contribuiu para consolidar direitos na Constituição e enfrentou o neoliberalismo.
“[Enfrentou] a ditadura do pensamento único. O fim da história. O fim do Estado. A crise financeira mundial de 2008. O golpe e as mentiras. A injustiça e o ódio das elites. E nunca se rendeu”, escreveu.

Dilma Rousseff teve o mandato cassado em 2016 em processo de impeachment que tramitou na Câmara e no Senado. Ambas as Casas consideraram que a então presidente cometeu crime de responsabilidade pelas chamadas “pedaladas fiscais”, com a abertura de crédito orçamentário sem aval do Congresso. A decisão, no processo e no mérito, foi acompanhada sem contestação pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

“Levamos 22 anos para chegar ao governo. E em apenas 13 anos no governo conseguimos o que nenhum outro partido, em qualquer momento da história, jamais foi capaz de realizar. Fizemos o país crescer com inclusão social. Tiramos o Brasil do Mapa da Fome. Colocamos o povo pobre no orçamento, na universidade e na vida digna”, completou.

Mais conteúdo sobre:

Lula PT Redes Sociais

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com