32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Política

Mauro Cid é preso pelo STF após novo depoimento 

sexta-feira, 22 de março 2024

Após prestar novo depoimento nesta sexta (22) sobre áudios vazados em que ele critica Alexandre de Moraes e a Polícia Federal (PF), o tenente-coronel e ex-ajudante de ordens do ex-presidente Bolsonaro (PL), Mauro Cid, foi preso. Ao final do depoimento, a ordem de prisão preventiva foi definida pelo Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

Foto: Reprodução/ Câmara dos Deputados

“Após o término da audiência de confirmação dos termos da colaboração premiada, foi cumprido mandado de prisão preventiva expedido pelo Ministro Alexandre de Moraes contra Mauro Cid por descumprimento das medidas cautelares e por obstrução à Justiça. Mauro Cid foi encaminhado ao IML pela PF”, informou o STF.

O ex-ajudante de Bolsonaro afirma nos áudios que a Polícia Federal o pressionou a relatar fatos que não aconteceram e a detalhar eventos que ele não tinha conhecimento. Segundo Mauro, ele foi induzido por policiais a corroborar declarações de testemunhas e a reproduzir informações específicas, sob pena de perder os benefícios do acordo de delação premiada. O tenente-coronel critica a atuação de Moraes, dizendo que o ministro faz o que bem-quiser. 

Mais conteúdo sobre:

Alexandre de Moraes Mauro Cid Polícia Federal

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com