32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Política

Pedida a impugnação da chapa de Luizianne Lins

terça-feira, 15 de julho 2008

O Ministério Público Eleitoral do Ceará pediu, ontem à noite, impugnação da candidatura da chapa do Partido dos Trabalhadores (PT) para a eleição majoritária em Fortaleza, formada por Luizianne de Oliveira Lins e Raimundo Nonato Lima Ângelo, candidatos, respectivamente, a prefeita e vice-prefeito. O pedido de impugnação foi encaminhado para a 116a Zona Eleitoral e foi despachado para o juiz competente, Luís Evaldo Gonçalves Leite.

"Recebemos por volta de 18h30min o pedido de impugnação do MP. Fiz o documento concluso e despachei para o Juiz que avaliará o caso. Há um prazo de sete dias para recorrer", disse Luis Alberto, chefe do Cartório da zona 116a, em Fortaleza. O MPE concluiu que a Ata, apresentada pelo Partido dos Trabalhadores, não retrata a realidade da convenção realizada no dia 29 de junho e, por conseqüência, não atende aos requisitos exigidos pela legislação eleitoral.
Antes mesmo da Convenção do PT no dia 29, mistério em torno do vice de Luizianne estava declarado. No dia 29, a surpresa: nem um candidato anunciado para o cargo de vice. O que antes era dúvida vira inconsistência. Ao declarar o nome de Raimundo Nonato (PT) para vice, anunciado dias após a Convenção, a prefeita expõe publicamente que esse já havia sido homologado no própria dia 29, só não tinha sido divulgado ainda.
Luizianne Lins e Raimundo Nonato têm um prazo de sete dias para recorrer ao pedido de impugnação do Ministério Público Eleitoral. A assessoria de Comunicação da Coligação vai apresentar defesa e afirmou: "estamos a procura de mais informações, de ter acesso ao documento e de juntar nossas provas e documentações para preparar a defesa. A situação é preocupante, pois gera desgastes, mas estamos tranqüilos e vamos recorrer no menor espaço de tempo possível", declarou o assessor.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com