32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Política

Vereadores repercutem assassinato no IJF e discutem responsabilidades no caso

quarta-feira, 24 de abril 2024

Vereadores de Fortaleza repercutiram no plenário da Câmara Municipal o assassinato ocorrido nessa terça-feira (23) dentro do hospital Instituto José Frota (IJF). Parlamentares aliados do prefeito José Sarto (PDT) e do governador Elmano de Freitas (PT) trocaram acusações em relação à responsabilidade sobre o episódio de violência dentro de um equipamento público.
Na oposição ao prefeito, o vereador Ronivaldo Maia (PSD) apontou que o problema da segurança pública assola todo o país e defendeu uma atuação articulada entre Município, Estado e União, a fim de combater facções e organizações criminosas. Sobre o ocorrido no IJF, destacou que é preciso não somente investigar o caso para punir como também para melhorar as medidas de segurança interna da unidade hospitalar. Maia pediu ainda que a Comissão de Segurança da Casa discutisse o assunto em uma reunião.
Outros vereadores de oposição defenderam que o prefeito e o superintendente do IJF tinham responsabilidade no caso. Léo Couto (PSB) pediu a convocação do diretor do IJF, José Maria Sampaio Menezes Júnior, à Câmara.
Já os vereadores da base de Sarto criticaram o Governo do Estado. O líder do Governo, Iraguassú Filho (PDT), afirmou que a questão da segurança pública em Fortaleza é uma política de responsabilidade constitucional do Estado, mas que a Prefeitura de Fortaleza tem fortalecido as ações na área, com a melhoria na iluminação pública, ampliação do efetivo da Guarda Municipal, entrega de equipamentos, praças, entre outras.
O parlamentar falou do medo vivido pela população com a atuação das facções e a falta de ações por parte do Estado. “Hoje andando tenho a sensação de que a qualquer momento posso ser assaltado e esse é um sentimento das pessoas, de insegurança pública”, ressaltou.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com