32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Colunista - Macário Batista

Agora, vamos nós

sexta-feira, 26 de abril 2024

Deixo passar a onda, como fazem os sociólogos, para pensar no novo, no difícil, no inusitado e, neste momento, no absurdo. Um homem, endemoniado pelo ciúme, enlouquecido pelo que não viu e acha que existe, conhecedor dos caminhos que levaram ao desiderato, invadiu um prédio formal, público, oficial, um hospital. Numa mochila levava revólver,faca e mais não sei o quê. Procurou por alguém que, no juízo dele, carregado de diabos, lhe poria chifres sexuais a partir do que também achava que eram mais que insinuações que ele via. Atirou no “desafeto” de sua alma doente. Matou o dito cujo e, no decujos arrancou a cabeça, decapitando-o para que ficasse morto, mortinho da silva, sem possibilidades de vir a ser remendado, mesmo estando dentro de um hospital que faz milagres. Traço o quadro para por perguntas indignadas; quem aí não teve ciúmes e, alguma vez na vida pensou em eliminar o adversário? A frase “vá pro quinto dos infernos” é um desejo de morte e de dor. “Quero que se lasque” é outra. Tudo isso passar pela mente humana não é normal, mas é factível. O que não é normal, não é aceitável são pessoas, aparentemente letradas, até com um primário benfeito, pura e simplesmente politizar a desgraça, a miséria, o triste rumo de uma mente desabalada a caminho do fogo do inferno, do mármore da perdição, do rés do chão da imperfeição. Um culpa um, outro culpa aquele um e um terceiro oportunista culpa os dois pra se dar bem. Não se respeitaram. Não nos respeitaram enquanto espectadores desta via dolorosa. Não se auto-respeitaram no público, no privado, no oficial, no formal. Não os chamarei de párias de uma sociedade embrutecida e de um ato insano. Talvez nenhum deles tenha a dimensão do que seja um corno doentio, um chifre a doer no imaginário, uma vergonha estupidamente machista de se “ver” traído. Ninguém, nenhuma “autoridade” tem autoridade para falar sequer de insegurança. Não cabe! Por acaso alguém aí sabe o que é a fé? Mesma coisa.

Vale o Registro. Havia muito tempo o Castelão não recebia público dessa dimensão nem entusiasmo parecido. O Fortaleza resgata uma euforia digna dos sonhadores.Um simples jogo de futebol se transforma em união de pobres, ricos, pretos, pardos,brancos, amigos, inimigos! Fecho a coluna sem o resultado do jogo. O público é o foco. Aí está o Castelão lotado.

Ficou engraçado
Convocado pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga supostas irregularidades e abusos por parte da Enel Distribuição Ceará, o diretor-presidente da concessionária, José Nunes de Almeida, explicou, durante oitiva realizada na tarde da quarta-feira (24/04), que o serviço prestado no Estado está sendo reestruturado por meio de um plano que inclui um investimento de R$ 1,6 bilhão nos próximos três anos. Aí tem!
Cadê Luizianne
Em Brasília o PT inteiro procurava Luizianne Lins pra ver se ela iria a uma reunião do grupo que assumiu a candidatura do sr.Leitão a prefeito de Fortaleza. Ou ela se escondeu ou não foi achada de propósito,dizem.
Tragédias
Outro momento muito triste da vida nacional passou pelo Ceará. Na verdade dois outros momentos. Uma criança de 16 anos de idade morre numa escola, de maneira brutal. Um cão, estimação familiar,por erro, vem a Fortaleza e morre no voo de volta a São Paulo.
Domingo, 28
Pela primeira vez, Fortaleza sediará a Corrida Autismo Run, uma corrida de rua destinada a todos os públicos e que tem como objetivo chamar a atenção da sociedade para a importância da inclusão.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com