32 C°

sexta-feira, 21 de janeiro de 2022.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Colunista - Cláudio Humberto

Brasil empata com Reino Unido em doses aplicadas

Perde o Brasil, perde o povo brasileiro e perde o Congresso
Deputada Chris Tonietto, relatora do projeto rejeitado na Câmara, que enquadra ministros do STF

OBrasil ultrapassou a marca de 50,4 milhões de vacinas contra covid aplicadas desde o início da campanha, em 17 de janeiro, e alcançou o Reino Unido, primeiro país do Ocidente a iniciar a imunização contra a covid. Os números são da plataforma independente vacinabrasil.org. A grande diferença é que os britânicos alcançaram 50,3 milhões na segunda-feira (3), 147 dias depois da aplicação da primeira dose, em 8 de dezembro, enquanto o Brasil precisou de apenas 108 dias para fazer o mesmo.

Primeira lá e cá
Em pouco mais de três meses, o Brasil anulou a desvantagem de 40 dias entre a vacinação de Margaret Keenan e a enfermeira Mônica Calazans.

Explicação
Em média, o Reino Unido aplicou 342,1 mil por dia enquanto, no Brasil, é como tivessem sido aplicadas 467 mil doses por dia: ritmo 36,4% maior.

Brasil no G-4
O Brasil ultrapassará os britânicos no total de doses aplicadas antes do fim de semana, tornando-se o 4º país que mais vacinou no mundo.

No mesmo compasso
Alemanha, França e Itália juntas têm população equivalente à brasileira e precisaram de 109 dias de campanha para superar a casa de 50 milhões de doses.
Lorota averiguável
O DPDC confirma: operadoras oferecem velocidades que mal chegam à metade daquelas observadas no 5G: “muito inferior à oficial”, diz.

Não pode enganar
O Conar, que regula a publicidade, já havia considerado propagandas do 5G possivelmente enganosas e notificou as operadoras.

Não é o verdadeiro
Operadoras terão de apresentar “evidências concretas”, diz o DPDC, que o produto anunciado entrega o mesmo nível “que o 5G verdadeiro”.

Manipulação
O conversador Luciano Huck citou a Nova Zelândia como exemplo de vacinação. Ele finge não saber que o Brasil já aplicou número de doses dez vezes superior à população de 4,9 milhões de neozelandeses.

Voto impresso sai do papel
Apesar do que dizem ministros do TSE, e até em razão disso, já se instalou na Câmara a comissão para discutir a impressão de cédulas em papel na votação e apuração de eleições, plebiscitos e referendos.

Tucanos nervosos
As CPIs para investigar corrupção nos governos de São Paulo deixou a tucanada à beira de um ataque de nervos. A assessoria do presidente da Alesp agora trata grosseiramente quem busca notícias sobre o assunto.

Visita espanhola
O presidente Jair Bolsonaro receberá nesta sexta (7) a visita de Arancha González Laya, ministra de Assuntos Exteriores da Espanha. Ela se reunirá também com o chanceler Carlos França, para assinatura de atos.

Corujão da vacina
Os ministros Marcelo Queiroga (Saúde) e Braga Neto (Defesa) visitaram, nesta quarta (5), o primeiro posto de vacinação noturno de Brasília. É um drive-thru que funciona em frente ao QG do Exército das 18 às 23 horas.

Terror dos coronalovers
A melhora nos números da vacinação traz junto a redução da média de casos e mortes por covid no Brasil. Os casos foram de 77.129 para 58.053, queda de 24,8%. Ente os óbitos, que mais importa, a queda foi de 26,6%, caindo de 3.125 para 2.293 em menos de um mês.

Esporte desengajado
O Comitê Olímpico Internacional (COI) manteve proibição de protestos e mensagens políticas, após pesquisa entre 3.500 atletas revelar que a maioria é a favor da proibição. Slogans como “vidas negras importam” estão proibidos. O COI aprovou roupas com dizeres como “respeito” etc.

Pandemia de faturamento
O laboratório Pfizer (EUA) anunciou que aumentou em 2021 para 73% a estimativa de receitas apenas com a vacina contra a Covid. Pulou de US$ 15 bilhões para US$ 26 bilhões, equivalente a R$ 141 bilhões.

Pensando bem…
…quem está sofrendo não precisa de comprovação científica, mas de comprovação na prática.

A imprensa do Ceará não falava em outra coisa. Nos anos 1980, faltando três meses para acabar o governo de Manoel de Castro, ele já tinha assinado mais de 15 mil nomeações. O repórter Nelson Faheina foi pautado pela TV Verdes Mares para repercutir o escândalo. “Governador, é verdade que o senhor nomeou 15 mil pessoas?” Castro reagiu: “É mentira. Nomeei trinta mil. São pessoas humildes e, como elas, vou ainda nomear muito mais. E não me pergunte mais nada. Não admito ninguém me cutucar com vara curta.” E foi embora.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com