32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Colunista - Fernando Maia

Desafios do PT

quarta-feira, 24 de abril 2024

O pleito deste ano para a Prefeitura de Fortaleza não representa para o PT apenas um desafio, mas, uma série de desafios. Tudo começa com o trabalho de fortalecer as suas lideranças que disputam cargos eletivos para evitar a repetição do episódio que quase devastou o PDT estadual. A escolha do candidato petista lembra muito ocorrências registradas na campanha de Roberto Cláudio, candidato imposto por Ciro Gomes. No caso do deputado Evandro Leitão deu-se mais ou menos a mesma coisa com algo mais grave; o candidato migrou para o PT já com o carimbo de candidato a prefeitura de Fortaleza, violentando o principia da luta continuada que assegura as falanges do partido o direito de se manifestarem. A rotina política do PT é igual à de outros partidos com base no manda quem pode, obedece quem tem juízo, e pode ser traduzida como uma luta de condições para assegurar o poder nas mãos de quem o detém. Indiscutível que o deputado Evandro Leitão é o melhor candidato para consolidar o poder de decisão que estava com o PDT, transferindo-o para uma área mais ampla na qual haverá de prevalecer não o interesse estritamente partidário, mais o interesse amplo do sistema comandado pelo Governador do Estado. O PT não se resolve sozinho. Ele é a soma da inquietação das suas lideranças para colocar nos trilhos uma composição que não seja apenas partidária, mas sim de projeto de governo, para o qual vale tudo desde que o seu cerne continue nas mãos confiáveis de Camilo Santana, Elmano Freitas e José Guimarães.

Desentrosamento. Fortaleza sofre as consequências de entrosamento entre a Prefeitura e o Governo do Estado. A falta de projetos urbanísticos é a inevitável consequência da briga que separa o Paço Municipal do Palácio da Abolição O pior é ter que ouvir o eterno choro do prefeito Sarto terceirizando para o governador uma responsabilidade que também é sua.

Ainda não acabou. Uma das condições para a candidatura do deputado Evandro decolar será ter a seu lado o apoio de todas as lideranças petistas no seu palanque. As últimas informações do lado de lá, dão conta que Luizianne vem sofrendo pressões dos seus seguidores para continuar a sua campanha.
O que dizem os derrotados. Luizianne sempre defendeu a realização de pesquisas populares para apontar o melhor nome do PT. Os seus seguidores consideram que o processo de domingo passado não refletiu, democraticamente, o candidato vencedor. Quem ganhou foi a chapa liderada individualmente por ela. A invencionice de juntar quatro chapas para apoiar Evandro, foi uma manobra de controle pra favorecer o candidato da cúpula.
Vida que segue. A ação protocolada pelo União Brasil para destituir o presidente da CPI da ENEL pelo que revelou o prefeito de Barbalha, faz sentido. O patrocínio de R$ 1 milhão para a Festa do Pau da Bandeira teria sido solicitado pelos deputados José Guimarães e Fernando Santana. O episódio é gravíssimo por comprometer o vice-presidente da Alece, parlamentar de ilibada reputação.
Notícia esperada. O deputado André Fernandes (PL) deverá ser um dos candidatos a disputar o Paço Municipal sem o apoio de nenhum partido aliado. Por enquanto André está só, mas é certo que se continuar crescendo na campanha, logo-logo chegarão adesistas.
São João internacional. O São João do Maracanaú, tal a grandeza e esplendor atingidos passará, segundo o prefeito Roberto Pessoa, a ser internacional, sendo exibido nos Jogos Olímpicos de Paris. Nesse sentido, ele e a deputada Fernanda estiveram com o embaixador francês Emmanuel Lenain. Será uma festa com duração de 30 dias num espaço de 80 mil metros quadrados.
Puxador de votos. O Capitão Wagner, em declarações neste início de semana, reconhece que a maior preocupação dos candidatos será a polarização entre PT e PDT, com Lula e Bolsonaro fazendo a diferença. Por enquanto liderando as pesquisas, o Capitão sente-se órfão de um bom puxador de votos.
Abrindo a fila. Chiquinho Feitosa, presidente do Partido Republicano que fazer a indicação do candidato a vice-prefeito na chapa de Evandro Leitão. Domingos Filho, presidente do PSD, teria se antecipado em relação a esse pleito colocando os nomes dos deputados Domingos Neto e Gabriela Aguiar à disposição do PT para o mesmo cargo. Os petistas fogem dessa briga entre aliados dos Inhamuns.

“Não posso me negar a atender as lideranças do sertão central que sempre me apoiaram. Vou me candidatar nas próximas eleições à Assembleia Legislativa.” Ex-deputado Pinheiro Landim.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com