32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Colunista - Macário Batista

Eu, contador de mim

terça-feira, 25 de junho 2024

Eram os anos 1980, do século passado, claro. O Brasil vivia (até hoje sofre por isso)uma proibição “religiosa” contra jogos, especificamente cassinos, fechados a pedido da mulher de um presidente ai. Ela, super religiosa, pediu, ou mandou, ao marido proibir os cassinos no país, desempregando artistas, músicos e um mundaréu de pessoas. Isso dura até hoje. Nem o Congresso, nem a Presidência, ninguém, chegou perto de fazer voltarem os cassinos embora a Nação seja uma imensa mesa de jogos de azar, desde o jogo do bicho que em Fortaleza tem 9 extrações diárias, transmitidas pelo rádio e pela televisão, até as sofisticadas bets. Pois bem; paladino da defesa da volta dos cassinos, um senhor chamado Ciro Batelli largou-se Brasil a dentro a “vender” a ideia. Encontrou um mundaréu de portas fechadas, principalmente na imprensa. Incluindo o Ceará. Bateu às portas da TV Verdes Mares onde espaços seriam restritos no noticiário. Só que tinha um jornal sério, de meia hora pela manhã chamado Bom Dia Ceará, então apresentado por Ruy Lima e tendo como parceiros de entrevistas e comentários, Egídio Serpa, Dorian Sampaio, Nelson Faheina, Sérgio Pinheiro e um editor que ainda hoje quebra regras. Ciro Batelli foi pro Bom Dia Ceará, vendeu seu peixe por 8 minutos e todos ficaram sabendo que os cassinos queriam voltar ao Brasil. Ciro Batelli morreu recentemente nos Estados Unidos, em Las Vegas, onde tinha um cassino, sem ver seu sonho brasileiro de pano verde em hotéis e estâncias. O editor está vivo. Sou eu.

Lula diz que vai sancionar projeto que libera cassinos e jogos de azar. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, na sexta-feira (21), que deve sancionar o projeto de lei que propõe a legalização de cassinos e jogos de azar, como bingo e jogo do bicho, no Brasil. Para Lula, entretanto, não é isso “que vai salvar o país” em termos de receitas e geração de empregos. Na última quarta-feira (19), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou, por 14 a 12 votos, relatório sobre o Projeto de Lei 2.234/2022, que veio da Câmara dos Deputados, onde foi aprovado, e tramita no Senado desde 2022. O tema agora deve ser remetido ao plenário da Casa. A proposta prevê a permissão para a instalação de cassinos em polos turísticos ou em complexos integrados de lazer, como hotéis de alto padrão (com pelo menos 100 quartos), restaurantes, bares e locais para reuniões e eventos culturais. O texto propõe ainda a possível emissão de uma licença para um cassino em cada estado e no Distrito Federal. Alguns estados teriam exceção, como São Paulo, que poderia ter até três cassinos, e Minas Gerais, Rio de Janeiro, Amazonas e Pará, com até dois cada um, sob a justificativa do tamanho da população ou do território.A exploração de jogos de azar no Brasil é proibida desde 1946. Parlamentares contrários ao projeto argumentam sobre o aumento do vício em jogos e a criação de um ambiente favorável à prostituição, ao consumo de drogas e máfia. O presidente Lula disse que não joga, não é favorável a jogos, mas também não acha que é um crime. “Houve um tempo em que esse discurso sobre jogos de azar tinha alguma verdade. De todos o s jogos que acontecem, eu sempre achei que o jogo do bicho era o jogo que mais distribuía a dinheiro, porque o cara ganha R$ 50, R$ 40, R$ 30. Isso é considerado contravenção, é proibido. Jogar baralho, jogar poker, apostar dinheiro é proibido, fazer cassino é proibido. Mas é jogatina que você tem hoje na televisão, no esporte? Criança com celular na mão, fazendo aposta o dia inteiro. Quem é que segura isso?”, questionou. “Eu não acredito no discurso de que ‘se tiver cassino o pobre vai gastar tudo que tem’. O pobre não vai no cassino, o pobre vai trabalhar no cassino, ele pode até ver a sua cidade se desenvolver, mas ele não vai porque o cassino é uma coisa pra gente que tem dinheiro”, acrescentou o presidente. Já quem é a favor do projeto argumenta sobre os ganhos econômicos, geração de emprego e o desenvolvimento turístico das regiões com a presença dos cassinos, além do aumento da arrecadação de impostos para o governo. Apesar de concordar com esses benefícios, para Lula, “não é isso que vai resolver o problema do Brasil”. “Essa promessa fácil de que vai gerar dois milhões de empregos, de que vai desenvolver não é verdade também. O meu jogo é fazer a economia brasileira voltar a crescer, o meu jogo é fazer muito investimento no ensino profissional, técnico, nas universidades e no ensino fundamental. Meu jogo é fortalecer a escola de tempo integral do Brasil inteiro, é gerar emprego, aumentar salário, distribuir renda porque é isso que deixa o povo feliz. É esse jogo que o povo tem que apostar e é esse jogo que o povo vai ganhar”, ressaltou.
(Com informações da Agência Brasil)

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com