32 C°

.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Colunista - Cláudio Humberto

Frente vê Pacheco favorecido com norma da ANTT

terça-feira, 02 de julho 2024

Lula não está dando um tiro no pé, está dando um tiro no coração
Edmar Bacha, um dos pais do Plano Real, que após “fazer o L”, desistiu de acreditar

P arlamentares da Frente do Livre comércio trabalham para derrubar uma norma da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) que, avaliam, favorece políticos ligados ao transporte rodoviário, como o senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), herdeiro de empresas de ônibus. Empresários se queixam de alteração no marco regulatório do setor de transporte, que passou a limitar o número de empresas que podem atuar em uma linha com base em “índice de eficiência de mercado” da ANTT.

Sorteio suspeito
Empresários desconfiam do critério para escolha caso mais de uma empresa queira operar na mesma linha: sorteio organizado pela ANTT.

Agora ou nunca
A ANTT também limitou o período para manifestação de interesse pelo negócio. “Janelas” para os empresários serão abertas uma vez ao ano.

Ninguém entendeu
Causou estranhamento a mudança no marco, regido por autorização, com dispensa de licitação prévia, subitamente burocratizado e restritivo.

Anula
O pepino já chegou na Mesa Diretora da Câmara. Proposta de Rodrigo Valadares (União-SE) derruba parte da alteração do marco regulatório.

Visita de Milei é pessoal
A mídia governista critica a visita porque Lula estará fora, no Mercosul. Mas o argentino não fará visita oficial, tampouco será visita de governo.

Cada vez aumenta mais
Para além do êxito do seu governo, Milei ganha cada vez mais fãs no Brasil exatamente por representar a aversão conservadora ao petista.

Conceito reiterado
Recentemente, Milei levou antipetistas ao delírio recusando o pedido de desculpas reclamado por Lula: “A Justiça o condenou por corrupção”.

Viva a Liberdade, carajo
A visita de Javier Milei coincide com o lançamento em português do seu livro “Viva A Liberdade, Carajo!”, no qual até parece mandar um recado para o populista Lula: “Quem odeia o capitalismo ambiciona a miséria”. O livro é uma tradução do professor, jurista e influenciador Tiago Pavinatto.

BC mais livre
Está marcada para quarta-feira (3) a sessão da CCJ do Senado para votar a PEC que concede autonomia financeira e orçamentária para o Banco Central, que obteve autonomia operacional em 2021.

Tribunais
Não surpreende, mas dispararam os números de ações judiciais contra planos de saúde. Foram 234,1 mil em 2023. O número é 60% maior do que o primeiro ano de registro (2020) do Conselho Nacional de Justiça.

Viagem marcada
O presidente Lula já prepara mais um custoso tour internacional. Na próxima semana, o petista e sua sempre numerosa comitiva vão para o Paraguai e dão uma esticadinha até a Bolívia.

Na média é pior
No dia do debate presidencial nos EUA, a média de todas as pesquisas eleitorais mostrava Donald Trump com 41% e Joe Biden 40,9%. Desde então na média geral Trump subiu para 41,8% e Biden caiu para 40,4%.

Outro jogo
Desde o debate presidencial nos EUA, foram realizadas 14 pesquisas nacionais. Em todas, Donal Trump lidera (com até sete pontos de folga), com a exceção de uma, que aponta Joe Biden à frente por 45% a 44%.

A, B e C
Líder da oposição no Senado, Marcos Rogério (PL-RO) garante que Jair Bolsonaro é o “plano a, b e c” para as eleições de 2026. Diz ainda que Lula, com seus erros, é o maior cabo eleitoral do ex-presidente.

Legalizando invasões
Está na pauta do Senado desta semana PEC para “propiciar a ocupação de espaços urbanos e periurbanos livres, ociosos e subutilizados” como parte da chamada “Política Nacional de Agricultura Urbana e Periurbana”.

Pensando bem…
…são tantas falas desastrosas em sequência, que parece até que Lula investiu no dólar.

Espirituoso, de inteligência brilhante, o embaixador Marcos Azambuja era diplomata em Buenos Aires quando seu chefe, Azeredo da Silveira, após algumas articulações, foi nomeado ministro das Relações Exteriores do presidente Ernesto Geisel. Levou para o Itamaraty todos os que serviam com ele, exceto Azambuja, um cético quanto às suas chances. Azambuja se rendeu e pediu audiência a Silveirinha, que logo lhe passou na cara: “Você nunca acreditou em mim, meu caro…” Ele respondeu na bucha, com seu jeito peculiar: “Errei, mas estou aqui para corrigir!”

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com