32 C°

quinta-feira, 27 de janeiro de 2022.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Colunista - Macário Batista

Os indocumentados

A desigualdade bate no Brasil em diversas frentes, e uma delas é entre os excluídos que não tem nem documento de identidade. Adriana tem 22 anos, mas ainda não nasceu. Não oficialmente. Ela é uma das cerca de três milhões de pessoas no país que não possuem nenhum tipo de registro civil, como certidão de nascimento, de acordo com estimativa do IBGE. O assunto ganhou relevância ao aparecer como tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), na prova do dia 21 de novembro.

Mas que há muito tempo preocupa a justiça e pesquisadores, como a jornalista Fernanda da Escóssia, que publicou um livro sobre o assunto.. Sem um RG e um CPF, um brasileiro não consegue se matricular numa escola, não tem acesso a benefícios sociais do Governo, não pode ir ao sistema público de saúde fazer consultas.Além da integra&ccedil ;ão dos sistemas de registro (cartórios) e de identidade (feita pelos Estados através das secretarias de Segurança ou órgãos como o Detran – Departamento de Trânsito), Fernanda da Escóssia diz que é preciso fortalecer os comitês de combate ao sub-registro. “É preciso que a estrutura burocrática estatal seja menos insensível a esse problema. Escolas e centros de saúde, por exemplo, poderiam e deveriam atuar como polos de encaminhamento ativo dessas pessoas ao identificar a falta de documentação”, propõe. As especialistas concordam que, além de facilitar a vida dos brasileiros ao garantir-lhes o acesso a um direito básico, quiçá o primordial, essas medidas gerariam economia aos cofres públicos. “Infelizmente, o Estado Brasileiro não vê a questão como uma política estratégica”.

Premiação.
A jornalista Gabriela de Palhano, cearense de Fortaleza, repórter especial da TV Globo, no Rio de Janeiro, acaba de ganhar premiação de edição de documentário no maior festival do mundo de web series, na sétima edição do Rio Web Fest. O documentário Smiling Eyes, com 3 episódios, conta histórias de pessoas que tiveram paralisia facial. Indicado em 4 categorias, o documentário de Gabriela ganhou em duas; melhor direção de não ficção e melhor série de diversidade.

M. Dias Branco pela 5ª vez é Troféu Transparência ANEFAC
Com ações listadas na Bolsa de Valores do Brasil, B3, e integrante do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE B3), a líder nacional em massas e biscoitos é reconhecida dentre as empresas com até R$ 8 bilhões em receita líquida como uma das mais transparentes do Brasil pela qualidade de suas demonstrações financeiras.

Investindo R$5 bi
A Acciona Energía, maior empresa de energia renovável 100% livre de combustíveis fósseis do mundo, assinou um acordo com a Casa dos Ventos, maior grupo investidor em energias renováveis do Brasil sob o comando do cearense Mário Araripe, para a aquisição de dois projetos eólicos em desenvolvimento (Sento Sé I e II), na Bahia.

Baixa intensidade
Quem nota é Fábio Campos:”…Nas conversas à boca miúda, há reclamações quanto ao que é caracterizado o Prefeito Sarto, como um gestor de “baixa intensidade”. O temor é a repetição em maior escala do ocorrido na Capital em 2014, quando Camilo perdeu no primeiro e no segundo turnos.

Natal dos pobres
Até o próximo dia 10 de dezembro, o Banco do Nordeste arrecada alimentos não perecíveis com sua equipe de colaboradores, clientes e parceiros, por meio da Campanha Natal Social 2021.As doações serão entregues a entidades sociais em toda a área de atuação do BNB.

Livro
Sobre a mesa o presente carinhoso do querido desembargador Durval Aires Filho, “As Fake News e ouros temas eleitorais”. O mimo vem com um oferecimento singelo, quando diz “…ao veterano homem de imprensa, amigo do meu pai e de alguns amigos”..”.Como contraprestação às suas crônicas que leio nas redes sociais, seguido de um forte abraço”. Maravilhoso Durvalzinho.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com