32 C°

terça-feira, 30 de novembro de 2021.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Nacional

Câncer de mama: sintomas, diagnóstico e tratamento

De acordo com o Ministério da Saúde, entre 2017 e 2019 a mortalidade por câncer de mama cresceu 12% no Ceará. Além disso, dados anteriores da Sociedade Brasileira de Mastologia Regional do Ceará (SBM) e do Grupo de Estudos em Oncologia (Geeon), mostram que entre 2009 e 2018 os casos da doença obtiveram aumento de 40% em todo o estado.

Foto: Reprodução/Pexels

O mês de Outubro é marcado pela campanha de conscientização e prevenção do câncer de mama. No mundo todo, mulheres são ensinadas sobre sintomas, exames e tratamentos. Para Kalline Barreto, Dra. em saúde coletiva e professora do curso de enfermagem da Uninassau, o “Outubro Rosa” é a maior ferramenta de conscientização para o público geral. “A conscientização da população acerca da prevenção e diagnóstico precoce é o primeiro passo para que a gente possa alcançar menores índices de mortalidade. Não há como impedirmos as mulheres de adoecer, mas há como tratar precocemente e alcançar maiores índices de cura.”, afirma.

Os principais sintomas de câncer de mama que podem ser percebidos pelas mulheres são nódulos e caroços na mama, sentidos por meio do autoexame; secreções anormais e inflamações persistentes. Para realizar o autoexame a mulher deve se posicionar em frente a um espelho, observar tamanho, forma e cor das mamas em três posições: com os braços caídos, com os braços levantados e com os braços abertos. Além disso, deve-se palpar a mama com movimentos circulares com uma das mãos enquanto a outra está posicionada atrás da cabeça. É importante que todo o seio seja avaliado e que, ao final, se pressione os mamilos suavemente para avaliar a possibilidade de existência de líquido.

Caso perceba algum sintoma de alerta como a existência de nódulos ou alterações de formato, por exemplo, a mulher deve procurar um médico no posto de saúde mais próximo que seja capaz de esclarecer e diagnosticar a doença. “Na suspeita da doença os médicos irão encaminhar as mulheres para realizar o exame clínico das mamas e a mamografia”, detalha Kalline Barreto.

Caso o diagnóstico de câncer ocorra, existem diferentes formas de tratamento para a doença. Se descoberto no início, 95% dos casos têm chance de cura, segundo o Instituto Oncoguia. Entre as principais formas de tratamento estão as quimioterapias, as radioterapias e os métodos cirúrgicos como as mastectomias, podendo estas serem totais ou parciais.

O câncer de mama é a primeira causa de morte feminina em quase todas as regiões do Brasil. Em 2021, a taxa de mortalidade foi de 14,23 a cada 100 mil mulheres (INCA). Por isso, campanhas como o “Outubro Rosa” são um alerta para a saúde feminina e podem salvar milhões de vidas todos os anos.

Por Yasmim Rodrigues

Mais conteúdo sobre:

Câncer de Mama Outubro Rosa Saúde feminina

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com